Loading…

PSICOTERAPEUTA ANA CRUZ

“O conhecimento de qualquer tipo causa uma mudança na consciência de onde é possível criar novas realidades." Deepak Chopra
seja bem-vindo

E com vocês, a avareza

O sujeito avarento, isto é, ganancioso/sovina/mão de vaca/pão duro é assim com TUDO, e não apenas com dinheiro e bens materiais, viu? Eu explico.

A avareza faz parte daquele grupo de sete pecados capitais instituídos há muito tempo atrás pela igreja católica para caracterizar atos graves, digamos assim, de um pecador indigno de penitência. Os sete pecados são: soberba ou orgulho, preguiça, gula, inveja, luxúria, ira e avareza.

Popularmente falando, a avareza, ou também ganância, implica em apego excessivo ao dinheiro e bens materiais, porém, ela não se concentra apenas neste aspecto. A psicóloga clínica Adriana Castro afirma: “o desejo do avarento está em possuir e acumular. Isso porque o avarento não conhece a linguagem do desejo, ele é regido pela necessidade. A possessividade é um traço forte, quer controlar tudo, persecutório, acha que todos querem roubar algo dele. Não é só o dinheiro que ele retém, é tudo, até afetividade.”

“A avareza é um buraco sem fundo, que exaure a pessoa num esforço infinito para satisfazer uma necessidade, porem sem nunca atingir o estado de satisfação.” Erich Fromm – psicanalista alemão.
“A avareza é um buraco sem fundo, que exaure a pessoa num esforço infinito para satisfazer uma necessidade, porem sem nunca atingir o estado de satisfação.” Erich Fromm – psicanalista alemão.

Disposta, conforme dito não somente no dinheiro, nos relacionamentos, na comida, no trabalho, a ganância pode ser bem venenosa, afinal, sua essência é ter, guardar, preservar em larga demasia seja lá o que for, incidindo em um apego exagerado ao que se possui diante do medo pavoroso de se perder o que tem, bem como na incapacidade do sujeito em lidar com a frustração da perda e frente à realidade de não ter o poder e controle sobre tudo e todos. Geralmente a pessoa gananciosa é egoísta, individualista, bem acompanhada de sofrimento psíquico constante, sente-se sozinha e é altamente insegura (mas claro, não assume), tem certo grau de autoritarismo e é “cinza”, isto é, apagada, sem aquela luz própria, sacou?

A avareza é um perfil comportamental muito primitivo que objetiva a autopreservação junto àquilo que é compreendido como uma ameaça (muito mais imaginária do que real, diga-se de passagem) e que resulta no comprometimento da sua vida. É claro que o sujeito avarento não se vê desta forma, pois acredita piamente que está correto em suas atitudes. E sim, paga um preço alto: a eterna solidão dos seus caminhos tortuosos.

Grande abraço,

Ana Cruz – psicanalista

7 thoughts on “E com vocês, a avareza

  1. Olá Ana, tudo bem? Quanta acertividade! Muito bom. Aceita uma sugestão? Quando puder, escreva sobre as pessoas que se acham auto-suficientes – inteligentes – críticas e quase perfeitas. Conhece gente assim? rsrsr Muito sucesso pra você. Abs,

      1. Ana, é tão raro encontrar blogs com bons conteúdos que, quando encontro – faço questão de acompanhar. O material que você publica é muito interessante. Eu leio para aprender e quanto mais aprendo, melhor compreendo o que acontece a minha volta. Desejo uma excelente semana pra você. Abs,

Deixe o seu comentário