Loading…

ANA CRUZ PSICANALISTA

“Tudo flui quando sentimos bem-estar mental. Aprenda que tudo é possível.” Fritz Perls – psicanalista
seja bem-vindo

Entre segredos e mentiras

Vivemos a era, cada vez mais intrínseca, das aparências. Todos os dias as redes sociais são invadidas pela pobreza da superficialidade da imagem. Mas há um aspecto mais profundo. Juntamente com as histórias de ficção publicadas, há a fantasiosa sustentação argumentativa. Calma, eu explico.
É notável que no universo da web há habitantes essencialmente puros, iluminados, conhecedores e praticantes de ideologias superiores; símbolos do mais alto grau de exemplo do que é correto e idôneo. Portadores de tamanha propriedade para julgar e definir o outro (claro). Incrível não?


Minha profissão me proporciona conhecer os bastidores de tudo isso. Não falo aqui de nenhum caso específico, e sim, da experiência do conhecimento propriamente dita e também da percepção mais analítica, mais fria. Naturalmente sou muitas vezes o ‘confessionário’. Ao longo da minha prática clínica tive acesso a inúmeras verdades não expostas de modo público na internet pelos seus.
Assim, posso afirmar que por trás de todos aqueles posts obrigatórios que inundam as redes sociais tanto seguindo o calendário obrigatório (dia das mães, dia dos pais, natal, dia dos namorados, etc) bem como a enxurrada de fundamentações junto a cada nova polêmica, há o lado genuíno e original do ser humano muito bem ofuscado pelas tais histórias de ficção.
O genuíno a que me refiro consiste na vida como ela realmente é. Naquela mãe que viu e/ou soube que a sua filha foi abusada pelo seu companheiro e a obrigou a manter o silêncio porque estava preocupada com o que os outros iriam pensar, naquele casal com casamento falido onde ambos apenas se aturam porque precisam mostrar que está tudo lindo, naquele rapaz viciado em cocaína que bate em mulher e tem o papai para abafar os seus crimes, naquele irmão cínico que tenta falsificar a assinatura da irmã para tirar proveito financeiro, naquela amiga que fica de olho no marido da outra rezando para eles se separarem e dar o bote.
A lista é grande e eu poderia escrever um texto apenas abordando inúmeros exemplos reais. Situações estas que compreendem a existência de muitas destas criaturas que usufruem da máscara da bondade, felicidade, fórmulas mágicas para problemas diversos da sociedade e se postulam como exemplo a ser seguido. É prático e confortável abafar ao máximo seus aspectos podres, tirar o foco de si e objetivar o outro.
O resultado desta complexidade entre fantasia e realidade está aí, só não vê quem não quer. Índices mundialmente crescentes de depressão, suicídio, psicoses, entre outros, que confirmam esta incompatibilidade.
Meu amigo Freud já dizia que a maioria das pessoas não deseja realmente a liberdade porque isso envolve responsabilidade, e a maioria das pessoas têm medo da responsabilidade. Não apenas concordo como percebo esta dinâmica nos dias de hoje. Engana-se quem acredita que atualmente há a tal liberdade, o que acontece de fato é um acorrentamento cada vez maior em falsidades concretizadas pelas redes sociais, afinal, ali não existe responsabilidade de nada, qualquer coisa, um delete ou bloqueio resolve.
A verdade, em resumo, é que vivemos a mais completa falência moral aprisionados entre segredos e mentiras onde a palavra de ordem é parecer o que de fato não é e sufocar o resto. Prefiro nem pensar onde tudo isto pode parar.

Grande abraço,
Ana Cruz – psicanalista

 

 

7 thoughts on “Entre segredos e mentiras

  1. Oi boa noite. Sou apaixonado por psicologia e psicanálise gostei muito dessa publicação, e também sou estudante de psicologia, pretendo fazer um curso de psicanálise, e realmente vivemos mesmo num mundo de pessoas muito superficiais.

Deixe o seu comentário