Loading…

THERAPIST ANA CRUZ

“O conhecimento de qualquer tipo causa uma mudança na consciência de onde é possível criar novas realidades." Deepak Chopra
seja bem-vindo

5 características psicológicas do parceiro da mãe narcisista

Já abordei aqui no blog a questão da mãe narcisista, mas uma dúvida que recebo com frequência é: mas e o seu parceiro? Qual o seu perfil psicológico?

A mãe narcisista existe desde que o mundo é mundo. Um tema ainda considerado tabu na nossa sociedade atual. Afinal, por influências diversas, sociais, culturais, religiosas, existe a associação entre a figura da mãe e um ser ‘mágico e imaculado’. Algo que contribui consideravelmente para a maldade que corre nas veias de uma mulher com este trastorno de personalidade – o sentimento de poder e soberania absoluta.

* Se você ainda não conhece o assunto, vá em ‘pesquisar’ no menu ao lado, logo abaixo de ‘arquivos’ e procure alguns artigos sobre narcisismo que já publiquei.

Bem, voltando … Não se faz filho sozinho. E a mãe narcisista, geralmente, consegue conduzir e manter um relacionamento com o pai de sua (seu) filha (filho) por um longo período, desde que o mesmo seja a figura ideal para se enquadrar nesse cenário doentio. Lembre-se da lei da afinidade, isto é, que nos conectamos de acordo com as nossas necessidades emocionais, por exemplo, aquele que é mais controlador se relaciona com quem é mais dependente, o agressivo com o submisso, e por aí segue. Sendo assim, listei 5 características psicológicas do parceiro da mãe narcisista:

1. é um dependente emocional: trata-se do comportamento psicoafetivo condicionado ao outro. O sujeito dependente é portador de sentimento de inferioridade e culpa, vazios (carência) afetivos, baixa autoestima, inseguro, muitas vezes solitário, incapaz de tomar decisões e fazer escolhas, descrente de si mesmo, altamente idealizadores. É muito comum vivenciarem relações destrutivas (o pouco lhe satisfaz), projetarem inconscientemente no outro as suas fantasias e se submeterem à ordem alheia para coordenar a sua própria vida em diversos aspectos. Você pode ler mais sobre dependência emocional aqui.
2. é orgulhoso: esta característica geralmente é captada nas entrelinhas, pois é disfarçada através da máscara da simpatia e extroversão. Aliás, ele é um grande ator. O sujeito na verdade é, enquanto orgulho, soberbo, medíocre, acomodado e vaidoso.
3. é facilmente manipulável através do sexo: esta característica vai de encontro à vaidade que acompanha o orgulho que citei acima. O sexo funciona como uma excelente ferramenta de poder e controle, e o parceiro da mãe narcisista alimenta o seu ego, por ser o momento onde ele ilusoriamente acredita ser ‘o cara’. Também é um fator que complementa a insegurança que acompanha a dependência emocional. No sexo ele se sente seguro de si.
4. é omisso: não se engane, o sujeito percebe sim o perfil da sua companheira, ainda que não consiga determinar o termo técnico narcisista, porém, se cala completamente tomando a postura de alienação ao melhor estilo ‘eu não tenho nada a ver com isto’ por ser um verdadeiro covarde e egoísta.
5. disputa o poder da relação: o relacionamento é, na verdade, uma competição contínua. E como é covarde (não se impõe) e egoísta (precisa alimentar o seu ego e isto está em primeiro lugar) o sujeito se posiciona como aquele pai muito legal, afetuoso, atencioso, divertido e até prazeroso de conviver. Trata-se de uma estratégia para superar a sua adversária – a mãe narcisista – que é o oposto, angariar aliados – a filha (filho) e também seguir alimentando o seu ego pela admiração do seu aliado. Tanto que é comum vítimas de mães narcisistas apresentarem uma forte tendência a idealização da figura do pai e até um certo apego.

Precisamos falar cada vez mais sobre este cenário extremamente abusivo, de violência psicológica grave que desencadeia vítimas pelo mundo afora portadoras das mais diversas sequelas. Precisamos quebrar o mito. Precisamos falar sobre a mãe narcisista e também sobre o seu parceiro. Precisamos trazer à tona a vida como ela é.

Para as vítimas de mães narcisistas e os seus devidos parceiros: estamos juntas nessa luta.

Grande abraço,
Ana Cruz – psicanalista

2 thoughts on “5 características psicológicas do parceiro da mãe narcisista

  1. Ana, como sempre um tema delicado, mas, que deve ser encarado de frente. Penso que, alguém que conviveu com esse tipo de personalidade deve buscar uma ajuda profissional, nesse sentido, uma análise pode ser o começo ou o despertar para uma nova realidade! Grande abraço,

Deixe o seu comentário