Loading…

THERAPIST ANA CRUZ

“O conhecimento de qualquer tipo causa uma mudança na consciência de onde é possível criar novas realidades." Deepak Chopra
seja bem-vindo

O amor existe. E limite também.

Vejo muitas pessoas reclamando que estão sozinhas ou então de seus parceiros. Aquele blá blá blá todo de que homens são X mulheres são Y. No entanto, o que falta mesmo é a galera se dar conta de que isso já passou, somos seres humanos compostos de qualidades e defeitos, simples. Mas falta também perceber que:

amor psicanálise

1. não se pode cobrar do outro aquilo que nem a gente pode dar (se nem você consegue ceder, não espere que em um passe de mágica o outro o faça);

2. não se pode esperar que o outro adivinhe o que se passa na sua cabeça (não se feche em seu mundo interior acreditando que o outro seja um vidente em potencial só por que você não tem coragem ou preguiça de conversar numa boa);

3. não se pode ser tão duro e inflexível (desculpa, mas tolerância e paciência fazem parte do jogo sim);

4. não se pode ser feliz com alguém sem assumir o compromisso de arriscar (aham, você se agarra no medo e na insegurança e espera que o outro te dê garantias de que “vai dar certo”, afinal, se “não der certo” a culpa foi dele e não sua né?!).

Na boa, não perca tempo enrolado nas suas dúvidas e expectativas, pois enquanto isso o tempo vai passando e você pode estar perdendo uma excelente oportunidade de ser feliz com alguém que te ama como você é. Ao invés disso exercite agir de maneira diferente e se permita viver essa felicidade com alguém, com acertos e tropeços, com riscos e certezas, com sonhos e realidades.

O amor existe. E limite também.

#pensenisso

Grande abraço,

Ana Cruz – psicanalista

Deixe o seu comentário