ArabicEnglishFrenchPortugueseSpanish
Solteirice no dia dos namorados: sem sofrimento!

Solteirice no dia dos namorados: sem sofrimento!

Confira a matéria que participei no blog DaquiDali da apresentadora Eliana do SBT, falando sobre como passar o dia dos namorados sem companhia e numa boa!

Primeiramente agradeço ao blog DaquiDali, em especial a Nivia de Souza, por novamente ter me chamado para participar de uma pauta, ainda mais em uma data que mexe tanto com o emocional de muita gente, o dia dos namorados. Obrigada! J

Aos meus queridos leitores, confiram abaixo a matéria completa com as minhas dicas:

daquidali eliana ana cruz

“por Nivia de Souza – seja você ligada ou não às datas comemorativas, é quase impossível ficar imune ao burburinho causado pelo Dia dos Namorados. E, se esse for seu primeiro 12 de junho solteira em algum tempo, a tristeza pode tentar se aproximar. Mas nada de deixar, não é? O DaquiDali preparou uma série de dicas para impedir o sofrimento indesejado.

Como você quer passar pela data?

De acordo com Ana Cruz, psicanalista, com a proximidade da comemoração, há uma progressão de informações sobre o assunto nas mídias, redes sociais e propagandas. “Existe uma pseudo-obrigatoriedade de se estar acompanhada no Dia dos Namorados, o que não é verdade. Não é assim. É muito fácil para o mercado te impor que é uma coisa importante”, afirma a profissional. Ou seja, ter companhia não significa estar necessariamente feliz.

Então, para que a data não vire um bicho de sete cabeças, a psicanalista recomenda que você se olhe no espelho, perguntando como deseja passar por ela: feliz e tranquila ou continuamente neste sentimento de autopiedade? “Essa escolha é importante. Se você não tem esse esclarecimento e resolver sair, os programas não serão divertidos”, diz Ana.

Faça o que faz bem

Já que em 2015 a celebração cai em uma sexta-feira, se você quiser aproveitar a noite não precisa necessariamente fazer algum programa romântica ou ir para a balada. O importante é pensar em algo que te faça bem. Se for cair na noite, tudo bem. Se não for, existem outras opções. “Você pode ir ao supermercado e ficar olhando as frutas com carinho ou mesmo arrumar os armários, desde que te faça bem”, orienta Ana.

Chamar as outras amigas solteiras para jantar, jogar conversa fora e se divertir também é válido. O que não pode acontecer é “ficar com cara de céu nublado”, portanto nada de ficar fantasiando sobre como seria o Dia dos Namorados caso você tivesse um.

Fique longe das redes sociais

Fotos de casais apaixonados com hashtags melosas de declarações de amor vão aparecer aos montes. Para que você não ligue para elas, tire o dia para ficar longe das redes sociais, afinal, existe uma vida real fora delas. “Vai ter quem está muito bem, quem não está tão bem assim. E também quem paga mico”, afirma a psicanalista.

E se der carência?

Se bater aquela carência, em hipótese alguma ligue para o seu ex. “Recaídas estão proibidas. É aí que se faz ‘caca’. Vai remexendo em coisas desnecessárias e facilita a criação de problemas. Se joga numa barra de chocolate, mas não liga pro ex”, recomenda Ana.

A psicanalista fala que a carência, apesar de momentânea, pode levar às tentações. Nestas horas, o que pode ser feito é ligar para algum amigo por quem você sempre teve uma quedinha e propor um encontro. “Ao invés de ficar fantasiando o que ele vai pensar de você, permita-se brincar”, sugere. Definir regras que deixem as duas partes contentes é bem importante. “Isso é extremamente saudável. Vai fazer muito bem”, diz.

E para completar, a especialista afirma: “pense menos, faça mais e seja feliz!”.

Mais amor por favor. E feliz dia dos namorados.

Grande abraço,

Ana Cruz – psicanalista[:]

2 Replies to “Solteirice no dia dos namorados: sem sofrimento!”

  1. Penso que tem muita gente exigindo do outro a “grande felicidade” – ela não pode ser uma dependência afetiva certo? Hoje, dia 12/06 (dia dos namorados) poderia ser substituído pelo dia das pessoas que, realmente se curtem, se admiram e nem precisam de presentes! pois o maior presente é a sua companhia. Um bom final de semana!

Deixe o seu comentário